sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

A Boneca

Texto originalmente escrito em 08 de outubro de 2008.



Ela parecia bem, mas será que realmente estava? Estava triste, estava feliz. Era tão intrigante, sua face não se modificava, ainda que sofresse a maior dor do mundo.
Seus olhos eram vazios, um vácuo inexpressivo, escondiam tudo ao mesmo tempo; seus segredos, terrores, angústias, e momentos de felicidade.
A boca pálida, era apenas um detalhe de seu rosto estático, emoldurado pelos perfeitos cachos negros, amarrados cuidadosamente por uma larga fita vermelha. O rosto, era tudo o que falava por ela, mas ao mesmo tempo, ocultava-a completamente.
Isto fazia com que fosse observada, como uma madrepérola numa redoma. Mas não era tão preciosa, nem significativa. Não tinha ação alguma.
Era apenas um corpo parado, envolto em babados e laços escuros e delicados. Apenas desempenhava sua função, decorar, e às vezes, acompanhar, porque sua condição de boneca, limitava-a a um mero enfeite.

2 comentários:

Diego disse...

Aprecio muito este texto...

Swanheart disse...

Muito obrigada, amigo meu.